Por que o acabamento emborrachado pode ficar “grudento”?

Em diversos tipos de produtos, especialmente eletrônicos, encontramos acabamentos com toque macio que trazem benefícios, não apenas para a aparência, mas que também auxiliam no manuseio dos produtos. Entretanto, devido a fatores externos, tais como condições climáticas, exposição à luz UV e contato com produtos químicos, esse acabamento pode se deteriorar e se tornar “grudento” ou até mesmo quebradiço. Mas por que a borracha age dessa forma?

Seja natural ou sintética, a borracha bruta começa como uma substância de forma “mole e pegajosa” devido à sua estrutura molecular, que é formada por longas cadeias de ligações muito frágeis. Para transformar a matéria crua na forma final que utilizamos para as mais diversas aplicações, a borracha passa por um processo chamado vulcanização, que consiste na adição de componentes químicos à temperaturas controladas, para atingir o estágio da borracha que se deseja.

A falta de uso, exposição à altas ou baixas temperaturas, exposição prolongada à radiação UV, contato com derivados de petróleo ou até mesmo umidade, são variáveis que podem alterar as propriedades da borracha, e isso pode resultar em:

  • Endurecimento
  • Tornar-se quebradiça
  • Amolecimento ou aspecto pegajoso
  • Perda de resiliência
  • Formação de sulcos
  • Aspecto rugoso (semelhante à pele de elefante)
  • “Esfarelamento” 
  • Alterações na coloração
  • Perda de brilho

Portanto, um produto com acabamento emborrachado pode perder as suas propriedades caso haja falta de uso ou seja acomodado em condições adversas.

Se você possui algum produto com acabamento emborrachado e ele “simplesmente tornou-se pegajoso”, significa que a estrutura molecular dessa camada foi quebrada e que a recuperação de suas propriedades não será mais viável. Mas isso não significa que o produto está inutilizável, uma simples solução para esta situação é a remoção total desta borracha alterada. Para isso você pode utilizar alguns componentes químicos disponíveis no mercado, como o álcool isopropílico.

A solução isopropílica 90% é facilmente encontrada em lojas de eletrônicos, assistências técnicas ou companhias químicas. Para realizar o procedimento de remoção do acabamento emborrachado utilize o álcool com o auxílio de panos com poucos pelos. A solução evapora rapidamente, então serão necessárias múltiplas aplicações. 

Importante: O álcool isopropílico pode ser absorvido pela pele e, apesar de pequenas quantidades serem consideradas inofensivas, o seu uso prolongado pode causar envenenamento. Desta forma, aconselhamos o uso de luvas e óculos de proteção ao lidar com este tipo de substância. 

Fontes:

How to Clean Sticky Rubber : 4 Steps (with Pictures) – Instructables

Como se Manifesta a Degradação das Borrachas | Ciência e Tecnologia da BorrachaCiência e Tecnologia da Borracha (ctborracha.com)

Why does rubber dry rot? (polymersolutions.com)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.