A geração dos 4K

A tecnologia se desenvolve com certa rapidez nos dias de hoje, e dentre algumas dessas evoluções, existe o HDMI, que promete imagens de alta resolução. Porém, não se engane, essa tecnologia já foi substituída pela geração 4K. Mas qual será a grande diferença e o que realmente é o 4K?

O que é o 4K?

O 4K nada mais é do que um Ultra HD. Ele está diretamente relacionado a quantidade de pixels que o monitor pode transmitir (3840 x 2160 pixels), o que faz com que a qualidade de visualização e detalhamento da imagem seja ainda maior que os monitores Full HD presentes no mercado.

Mas então, vale a pena?

Por hora, é importante lembrar que para aproveitar da resolução do 4K, o que se está assistindo no monitor tem que ser enviado para ele preparado para essa resolução, o que ainda não é tão comumente feito. Algumas empresas já estão investindo em filmagens para essa tecnologia, assim como algumas câmeras são preparadas para esse tipo de filmagem, mas ainda são poucos os programas disponíveis para o público geral dessa forma.

Com certeza a resolução para esse tipo de monitor é melhor, ela traz mais clareza e melhor definição à imagem. Algumas propagandas bem comuns para explicar essa diferença da tela Full HD para a Ultra HD, trazem imagens “life-like” (mais realistas).

É importante lembrar, também, que existe uma relação entre distância de visão e o tamanho do monitor 4K, para que se consiga um melhor aproveitamento da resolução. Quanto maior o monitor e mais próximo você está, melhor o resultado do 4K.

Mas nem tudo são flores, para se utilizar de serviços de streaming em 4K, ainda é necessário (além de um monitor preparado para essa resolução e vídeos gravados nessa resolução), uma velocidade de internet de no mínimo 15Mbps, sendo que em alguns casos o ideal é a utilização de 25Mbps.

Resumidamente, a tecnologia ainda não está tão disponível quanto pensamos. Mas considerando que ela está em constante evolução e que já está se falando em filmagens 8K, espera-se que ela seja disponível para o grande público em breve. Um grande exemplo da massificação do 4K são os novos lançamento de monitores e TVs apresentados na CES em 2016 e 2017.

Basta fica no aguardo agora e ver o que vai acontecer.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s