Você sabe como são produzidas as películas de vidro?

Eu já escrevi uma vez sobre as películas aqui no blog, mais especificamente sobre a diferença, vantagens e desvantagens das películas de vidro e das de plástico. Mas a verdade é que de lá pra cá, as películas de plástico perderam muita popularidade, especialmente devido à qualidade das novas películas de vidro, agregando ainda um preço mais baixo a este produto com melhores tecnologias.

A questão é: você já parou pra pensar como essas películas são produzidas?

 

Tudo começa com a mistura de materiais para gerar o vidro. Isso é feito, basicamente, utilizando-se de areia de sílica, calcário, carbonato de sódio e vidro quebrado, fazendo a reciclagem do material. Essa base é misturada em fornos que derretem e misturam o material à temperaturas acima de 1000º. Essa mistura é, então, colocada em um rolo que molda o material em lâminas de vidro, que são levadas para solidificar e resfriar.

1-32
http://ridingmode.com

Depois de prontos, os vidros são cortados a laser, inspecionados e levados para uma solução com materiais químicos, geralmente cau, para retirada das rebarbas. Isso é o que faz com que as bordas das películas fiquem arredondadas e evita que nos cortemos quando utilizamos elas.

Depois desse processo, as películas são finalmente levados às têmperas. Essas podem ser feitas de duas formas:

 

1 – O vidro que já foi esquentado e resfriado lentamente (para que se diminua a pressão interna do vidro), é levado a um novo tratamento de calor e resfriado novamente, mas dessa vez de forma bem rápida. Isso torna o vidro 4x mais resistente do que o normal.

2 – É feito um tratamento químico, onde o vidro leva um “banho” com uma solução química. Ele fica nessa solução por tempos determinados, dependendo da dureza do vidro que se deseja. É daqui que surgem os Hs. Quanto mais tempo em têmpera, maior a dureza do vidro.

640_601_Tempered_Glass___34.jpg
http://www.lci1.com

Ao longo desse processo é utilizado também uma lubrificação, que vai evitar o vidro de arranhar, além de auxiliar os trabalhos das máquinas e evitar que os vidros se quebrem quando entrarem em contato um com ou outro, ou com as próprias máquinas.

Todo o processo de corte e acabamento deve ser feito antes das têmperas. Após temperado, o vidro fica impossível de ser manipulado, devido a sua resistência mecânica. Caso haja uma tentativa de corte, o vidro pode trincar fora a fora e se quebrar todo. É por isso que quando sua película de vidro cai de canto, ou até mesmo a tela de seu smartphone, ela se quebra toda, em vários pedaços pequenos.

 

Depois disso, os produtos são inspecionados, empacotados e colocados nas embalagens para ir aos clientes. As películas da iWill são feitas com todo o cuidado e tempo necessário para que a têmpora seja a melhor possível. Por isso elas são entre 9H e 10H e são algumas das melhores do mercado.

Espero que tenha gostado dessa postagem. Se você tiver alguma opinião, sugestão ou perguntas, é só postar aqui embaixo e eu vou fazer o possível pra ajudar você 🙂

 

 

Quer saber mais? Confira nossas fontes:

Corning.com

Wikipedia

Wikipedia

Kog Roling Glass

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s